Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

Dedicatórias: Livros de Ronaldo Correia de Brito, Cristovão Tezza, Antônio Torres e Cristiano Ramos

Livros de Ronaldo Correia de Brito, Cristovão Tezza, Antônio Torres e Cristiano Ramos

2015 - O amor das sombras (Alfaguara, 2015)


"Ao querido Mirdad, luminoso amante da literatura, poeta, escritor e mecenas das artes. A estima de Ronaldo. Sal. 18.09.15" -----------
2015 - O professor (Record, 2014)


"Ao grande Mirdad, em mais um ótimo evento literário na Bahia, com um grande abraço do Cristovão Tezza. 18/9/15" -----------
2015 - Um táxi para Viena d'Áustria (Record, 2013)


"Ao caríssimo amigo Emmanuel Mirdad, com alegria, agradecimento, saudade (já!), e votos de: fé nas teclas e mãos à obra. Abração. Antônio Torres. 5ª Flica. 17/10/2015" -----------
2015 - Muito antes da meia-noite (Confraria do Vento, 2015)


"Para o querido Mirdad, estes versos colhidos durante 25 anos! Grande abraço! Cristiano Ramos" -----------

Flica 2015 - Fotos oficiais

Fotos por Egi Santana e Daniele Rodrigues
Mesas literárias


Gentes brasileiras
Antônio Torres | Igor Gielow
Mediador: Jorge Portugal
Quarta 14/10 - 19h
Veja aqui



Etnias, resistências e mitos
Tâmis Parron | Luiz Claudio Dias Nascimento
Mediador: Aurélio Schommer
Quinta 15/10 - 10h
Veja aqui



O superficial da profundidade
João Paulo Cuenca | Lima Trindade
Mediador: Cristiano Ramos
Quinta 15/10 - 15h
Veja aqui



Paisagem múltipla
Martha Medeiros | Veronica Stigger
Mediador: Cristiano Ramos
Quinta 15/10 - 19h
Veja aqui



Versos, diversos
Rita Santana | Clarissa Macedo
Mediador: Roberval Pereyr
Sexta 16/10 - 10h
Veja aqui



Adonias Filho, 100 anos
Carlos Ribeiro | Silmara Oliveira
Mediador: João Aguiar Neto
Sexta 16/10 - 15h
Veja aqui



Entre críticos, parvos e professores
Rodrigo Gurgel | Silvério Duque
Mediador: Cristiano Ramos
Sexta 16/10 - 19h
Veja aqui



Hansen Bahia, xilogravurasliteraturas
Antonio S. Costella | Rubem Grillo
Mediador: Evandro Sybine
Sábado 17/10 - 09h
Veja aqui



Os desejos e os limites do Estado
Ma…

Flica 2015 - Cobertura G1 Bahia, A Tarde, iBahia, Carta Capital, Veja

Flica 2015

Cobertura G1 Bahia

Mesas Literárias

Mesa 01 - Antônio Torres e Igor Gielow - Veja aqui

Mesa 02 - Tâmis Parron e Luiz Cláudio Dias Nascimento - Veja aqui

Mesa 03 - João Paulo Cuenca e Lima Trindade - Veja aqui

Mesa 04 - Martha Medeiros e Veronica Stigger - Veja aqui

Mesa 05 - Rita Santana e Clarissa Macedo - Veja aqui

Mesa 06 - Centenário de Adonias Filho
(com Carlos Ribeiro e Silmara Oliveira) - Veja aqui

Mesa 07 - Rodrigo Gurgel e Silvério Duque - Veja aqui

Mesa 08 - Centenário de Hansen Bahia
(com Antônio S. Costella e Rubem Grillo) - Veja aqui

Mesa 09 - Mariana Trigo Pereira (Portugal) e Flavio Morgenstern - Veja aqui

Mesa 10 - Helon Habila (Nigéria) e José Carlos Limeira - Veja aqui

Mesa 11 - Sapphire (EUA) e Livia Natália - Veja aqui

Mesa 12 - André Vianco e Ana Beatriz Brandão - Veja aqui

Mesa 13 - Meg Cabot (EUA) e Paula Pimenta - Veja aqui

Fliquinha
Veja aqui

Resumo da 5ª edição
Veja aqui

Fotos
Veja aqui

Outros

Envolvimento da cidade - Veja aqui

Programação musical - Veja…

Três poemas de Ildegardo Rosa

Ildegardo Rosa em 1969, ao lado de sua esposa Martha Anísia,  com a qual foi casado por 49 anos, até falecer em 2011.

Hoje, 22 de outubro, comemoramos o aniversário de Ildegardo Rosa (1931-2011), meu pai, o Mestre Dedé, filósofo, advogado, fazendeiro e poeta. Para celebrar o seu dia, posto o original de três poemas seus. Noturno, de 1959, eu musiquei e em breve irei gravá-lo. Eu quero você, de 1961, foi dedicado à minha mãe, Martha Anísia, escrito no começo apaixonante da relação de ambos. Desde o princípio eu sou, de 1996, é um representante de sua fase de filopoesias, e faz parte da canção Illusion's Wanderer, gravada por Orange Poem e Mateus Aleluia, com a voz do próprio poeta, que você ouve aqui. Eis os poemas:







35

Emmanuel Mirdad, quando completou 35 anos, em 07 de outubro de 2015,  Foto: Sarah Fernandes
Aos trinta e cinco, terminei de reler os laços de Clarice; finalizei a logística da quinta Flica; ouvi, no dia sete de outubro inteiro, o Thom que tanto admiro, xará de aniversário; ganhei dois lindos presentes da doce menina que me inspira, e o carinho, dos mais próximos e amados, via telefone e virtualidades, da septuagenária mãe espoleta que respeito e me orgulho de ser o seu fruto, e das melhores lembranças da multidão dos mais especiais: o meu pai. Ai de mim sem vocês. Grato, demais!

Dez passagens de Clarice Lispector no livro Laços de família

Clarice Lispector (foto daqui)

"A mãe dele estava nesse instante enrolando os cabelos em frente ao espelho do banheiro, e lembrou-se do que uma cozinheira lhe contara do tempo do orfanato. Não tendo boneca com que brincar, e a maternidade já pulsando terrível no coração das órfãs, as meninas sabidas haviam escondido da freira a morte de uma das garotas. Guardaram o cadáver no armário até a freira sair, e brincaram com a menina morta, deram-lhe banhos e comidinhas, puseram-na de castigo somente para depois poder beijá-la, consolando-a. Disso a mãe se lembrou no banheiro, e abaixou mãos pensas, cheias de grampos. E considerou a cruel necessidade de amar. Considerou a malignidade de nosso desejo de ser feliz. Considerou a ferocidade com que queremos brincar. E o número de vezes em que mataremos por amor. Então olhou para o filho esperto como se olhasse para um perigoso estranho. E teve horror da própria alma que, mais que seu corpo, havia engendrado aquele ser apto à vida e à felici…

Psicodelia de sempre: Hybrid, da Orange Poem

Psicodelia de hoje: Crowd, da Orange Poem & Teago Oliveira