Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

Lançamento da Flica 2017

Na terça-feira, 18 de julho, aconteceu, no Palácio Rio Branco, em Salvador, a coletiva de lançamento da 7ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira, a Flica2017. O evento teve a presença do Governador da Bahia, Rui Costa, do autor homenageado do ano, Ruy Espinheira Filho, do Prefeito de Cachoeira Tato Pereira, do presidente da Rede Bahia, Antônio Carlos Magalhães Júnior, da senadora Lídice da Mata, do Secretário de Cultura Jorge Portugal, e outros secretários de estado, prefeitos, deputados, autoridades e a imprensa. Foi divulgada a data do evento, que acontecerá, na cidade histórica de Cachoeira, de 05 a 08 de outubro de 2017, bem como os primeiros nomes confirmados.

O Governo do Estado da Bahia apresenta a Flica 2017, com patrocínio do Fazcultura, Governo da Bahia, apoio da Coelba, Hiperideal e Prefeitura Municipal de Cachoeira, e realização da Cali e Icontent.

A programação visual é de Duardo Costa.


Não consegue visualizar o player? Veja aqui


Não consegue visualizar o …

Versões indígenas de super-heróis dos quadrinhos, por Ryan Pancoast

Capitão América, por Ryan Pancoast
---

Justiceiro, por Ryan Pancoast
---

Homem-Aranha, por Ryan Pancoast
---

Wolverine, por Ryan Pancoast
---

Batman, por Ryan Pancoast
---
Curta e conheça a página de Ryan Pancoast no Facebook aqui

Seleta: Sharon Van Etten

Conheci a cantora e compositora norte-americana Sharon Van Etten graças ao episódio 06 da nova temporada de Twin Peaks (ela encerrou o episódio com a canção Tarifa - veja aqui). Viciei imediatamente na sua voz. Fui pesquisar e pirei mais ainda. Um timbre delicioso, belas canções folks, muita harmonia vocal, ouvindo no repeat eterno (quase) todos os seus discos (o primeiro não achei). Aproveitei e fiz uma seleta com 29 canções de Sharon Van Etten. Clique no nome das músicas e escute no YouTube:

01. You Know Me Well

02. Give Out

03. Afraid of Nothing

04. Your Love is Killing Me

05. Ask

06. Love More

07. I Know

08. I'm Wrong

09. Pay My Debts

10. I Love You But I’m Lost

11. DsharpG

12. Joke or a Lie

13. All I Can

14. I Don't Want to Let You Down

15. A Crime

16. Every Time the Sun Comes Up

17. Don't Do It

18. Kevins

19. I Always Fall Apart

20. Tarifa

21. We Are Fine

22. Magic Chords

23. Break Me

24. Save Yourself

25. Serpents

26. Leonard

27. Just Like Blood

28. One Day

29. Nothing Will Change

A carta da avó Josepha

18 de julho é especial pra mim. É quando comecei a compor (1997), o marco de quanto tempo de música tenho. É também a estreia de um evento produzido por mim (2004), o dia da gravação da poderosa voz de floresta do precioso Mateus Aleluia no blues Cuts (2014) e o aniversário de Madiba, o mestre Mandela (1918).

Como se não bastasse, nessa semana em que o 18 de julho lançou a Flica 2017, a minha mãe me aparece com essa surpresa: a cópia de uma carta da minha avó Josepha, mãe do meu pai Ildegardo (ambos falecidos), escrita no dia 18 de julho de 1972, 45 anos atrás, em que ela celebra a dádiva de ser mãe - teve o seu primeiro filho, o meu fabuloso tio Zé Rosa (caso estivesse vivo, faria 90 anos), neste décimo-oitavo dia de julho, em 1927.

Fiquei muito emocionado. E ainda descobri o motivo do meu pai assinar I.R.S. às vezes.

"
Salv. 18 de Julho de 1972!

Graças a vós meu Deus e criador! Agradeço porque foi neste dia do ano de 1927 que recebi a dádiva divina, sublime e difícil de ser cum…

Emmanuel Mirdad concluiu Miwa, o seu primeiro romance

Hoje, 13 de julho de 2017, após 1.209 horas e 10 minutos, transcorridos em 315 dias, espaçados em cinco anos (2012-2017), concluí o meu primeiro romance, Miwa, a finalizar a escrita e a revisão, no total de 55.391 palavras e 169 páginas de Word.

Fiz esse mesmo anúncio em 2015 (aqui) e 2016 (aqui), quando o romance se chamava Muralha e Miwa – A nascente e a foz, só que o processo de lapidação continuou, e só chegou ao fim hoje. Pode ser que até o momento da publicação eu ainda faça alguma pequena modificação, mas o enredo finalmente foi concluído (não há mais o que ser feito ou cortado). Sobre o processo, falarei em um post mais à frente.

Fiz o livro ao som da banda islandesa Sigur Rós, quase completamente, mas também há participação da jamaicana Culture, da inglesa Radiohead, e do duo norte-americano Hammock.

A produção da ficção começou numa terça-feira, 17 de julho de 2012, a partir do esboço de duas páginas sobre o goleiro que nunca toma gol. Dos cinco anos de trabalho, 2015, 2016…

Contos dos Orixás, de Hugo Canuto

O quadrinista baiano Hugo Canuto está desenvolvendo um projeto excelente de HQ, chamado Contos dos Orixás, definido por ele como "As grandes histórias da mitologia Yorubá levadas para o universo dos Quadrinhos". A primeira revista foi contemplada por um financiamento coletivo via Catarse (dei uma pequena contribuição também - queria ter disponibilizado mais, porém a situação tá exigindo economia) e está em processo de produção. Saiba um pouco mais no vídeo abaixo:



Não consegue visualizar o player? Veja aqui

Para promover o projeto, ele criou 15 artes no formato de capas de HQ. Vejam abaixo, que maravilha:
















Mais info aqui