quinta-feira, 17 de julho de 2014

Livros de Emmanuel Mirdad



O escritor Emmanuel Mirdad, um dos criadores e coordenadores da Flica (também foi curador de 2012 a 2014, e em 2016), começou a escrever poemas em 1996, mas logo direcionou os seus versos para letrar as suas composições. Foi apenas a partir de 2002 que passou a escrever contos também. A partir de 2014, com os ensinamentos do amigo escritor e professor Mayrant Gallo, passou a ter uma rotina profissional na sua produção literária, com o cuidado com a palavra, coerência e precisão, e um hábito de leitura dos mestres e dos contemporâneos. É leitor de Nelson Rodrigues, Hélio Pólvora, Anton TchekhovMachado de Assis, Dino BuzzatiClarice Lispector, Mayrant Gallo, Pepetela, Guy de Maupassant, Reinaldo Moraes, Sérgio Sant'Anna, Julio Cortázar e David Foster Wallace, entre muitos outros. A partir de 2015, o escritor passa a produzir apenas ficção.



[2016]
Olhos abertos no escuro
Via Litterarum | Contos | 268 pg
Conheça aqui

30 contos. Plural, ácido e reflexivo, apresenta uma constelação de personagens complexos, situações extremas, solidão, romance, ironia e prosa poética, com posfácio de Carlos Barbosa e orelha de Victor Mascarenhas.



[2015]
O grito do mar na noite
Via Litterarum | Contos | 172 pg
Conheça aqui

10 contos. Um agudo painel das relações humanas, sobretudo afetivas, nas quais homens e mulheres expõem suas fraquezas ante a banalidade da vida e do tempo, com posfácio de Mayrant Gallo e orelhas de Márcio Matos.



[2014]
Nostalgia da lama
Cousa | Poesia | 152 pg
Conheça aqui

100 poemas. Acidez, frustração, angústia, paixão e espetos de um feroz nômade contemporâneo, ilustrado pela bela pintura de Nelson Magalhães Filho, com prefácio de André Setaro e posfácio do poeta e filósofo Ildegardo Rosa.


Nenhum comentário: